sábado, 23 de outubro de 2010

Escuta o teu coração...

Tô precisando escutar meu coração.
Ainda insisto em coisas que não fazem bem à ele.




domingo, 17 de outubro de 2010

Tédio




O que fiz hoje do meu dia?

Boa pergunta! Me envergonho de dizer, que acordei, dormi, acordei, dormi de novo, acordei, tomei café, fiquei na net, liguei a TV em Eliana, depois Ana Hickman(sei lá com escreve), tive DR insolucionável, fui almoçar fora, tomei um Chocomix, assisti Gugu, fiquei na net, Faustão, começou horário político, desliguei a TV, ouvi Revelação, fiquei na net, ouvi Laura Pusini, fiquei de saco cheio da net e resolvi tirar as teias de aranha daqui.
Acho que a vida é um bem precioso, que deveríamos aproveitar cada respiração, mas como justificar meu domingo ocioso? Como justicar esse dia de sol e calor em um dia inteiro na cama, fazendo ***** nenhuma?
Pensei em ir ai cinema, mas nem coragem pra isso eu tive. Iria ver Comer, Rezar, Amar. Mas aí lembrei que estou sem carro, teria que esperar o único ônibus que passa na minha rua, que só passa de hora em hora dias de semana, e que passa com mais espaço de tempo ainda nos fins de semana. Desisti. Fiquei em casa tentando encontrar coragem, mas a única coisa que encontrei foram blogs novos para colocar em meus favoritos.

Preciso urgentemente de novas coisas, novas pessoas, novos lugares, novas situações, coisas novas. O tédio me sufoca!

quinta-feira, 2 de setembro de 2010



Tem momentos na vida que a gente deve parar e analisar.

Quando algo está te fazendo mais mal do que bem, é hora de pensar se tudo isso está valendo a pena. Se todo esforço para ter e viver aquilo é válido.

Seja um perfume que irrita sua pele, um amigo sanguessuga, um namorado que não te valoriza, etc.

Existem pessoas que vão até as últimas horas, é, eu sei. Levam pra CTI, pra UTI, se entra em coma deixa vivendo em estado vegetativo, eu entendo. Também sou assim.

Mas chega uma hora que você tem que parar pra pensar se esse tempo que você está perdendo com algo que te faz mais mal do que bem, não seria o tempo que você poderia encontrar um perfume que não irritasse mais, uma super amiga que estaria com você em todas as horas, e um namorado que realmente te amasse e que soubesse a pessoa maravilhosa que ele tem do lado.

As vezes perdemos tempo com coisas que não valem a pena, com relacionamentos que estão fadados ao fracasso, com pessoas egoístas, com sentimentos ruins, enquanto lá fora tem um mundo maravilhoso e sorrindo pra nós.


Não tenha medo. Não se prenda. Liberte-se!
PS: Momento musical... Ouvi essa música hoje no rádio. Adorei!


quinta-feira, 29 de julho de 2010

É cada coisa estranha...

Estou no computador, quando de repente, alguém entra no MSN.
Quando olhei, pensei: Eu tô vendo coisa... Será que estou louca?
Vejam o que eu vi e me tirem suas próprias conclusões.









domingo, 25 de julho de 2010

Casinha branca

Casinha branca
Por Bucéfala
http://www.muleburra.com/mb/2010/06/15/casinha-branca/

Às vezes você constrói uma casa. Tudo pensado com carinho. Cada cômodo, cada mobília… Você quer sua casa aconchegante, quer receber as pessoas que ama, quer ser feliz.

Com o tempo você vai percebendo que a casa é quente. Percebe que os móveis trazem desconforto por causa do calor… O fogão não está muito bom… Ou a comida fica crua ou queima. Com o tempo aquela casa se torna um pesadelo… Mas é a SUA casa. A casa que você levou tempos para construir… Então tudo é uma questão de paciência. Você compra um ar-condicionado, reforça as telhas, faz uma piscina. Todos os dias você cozinha na esperança de desta vez vai dar certo…se já deu uma vez, por que não vai dar de novo? Mas não dá…ela queima de novo ou ficou crua de novo. Você não entende por que o ar-condicionado não funciona direito. Talvez seja a instalação mal feita. Talvez seja defeito de fábrica… Mas você espera. Vai ver o dia estava muito quente.

Com o tempo a sua casa só te dá tristeza. Mas é a SUA casa. Você não quer vender… Você construiu com tanto carinho… Vai ter um jeito. O tempo vai melhorar. Você vive cada dia… Não dorme, não tem mais paz. Mas você espera, porque o tempo vai melhorar. A comida você vai acertar. Deixa o carpete, porque por mais que 90% dos dias sejam quentes, vai chegar pelo menos um dia de frio.

Você espera o frio. Você espera o tempo da comida. Você pensa em mudar… Você pensa em vender… Mas é a SUA casa. Todo trabalho, todo esforço… Não é justo. Você tem pena de se desfazer do que construiu. E você já se esforçou tanto… Você gastou tudo que tinha. Você tenta todos os dias, mas aquela casa não te faz mais feliz. Não é mais aconchegante. Não parece mais com você. Por quê? Você fez de tudo… Colocar à venda? Melhor esperar alguém que se interesse. Você não pode deixar tudo para trás… São suas esperanças… sua casa…sua vida.

Um dia você acorda suada, com fome e doente.
Escuta…Vai embora…Vai embora! Não adianta… Tudo que você poderia fazer, você já fez. Não espere o tempo melhorar. Não espere a casa voltar ao que era…Você já tentou… Talvez por falta de sorte… Não importa. Vai embora…Não fique com pena do dinheiro que gastou. Não fique com pena das noites sem dormir. Não lamente todo esforço. Vai embora! Mesmo que não tenha aonde ir. Não tente mudar os móveis de lugar. Não tente consertar o que quebrou. Não pense mais no que você pode ter feito de errado… Vai embora! Vai embora agora! Não leve nada com você, não olhe para trás…saiba desistir do que te faz infeliz.

Pessoas vão dizer que você não se esforçou.
Vão dizer que poderia ter tentado mais.
Vão dizer que a culpa é sua, porque não ouviu quem entendia mais que você.
Vão dizer que a culpa é sua, porque você é teimosa.
Vão dizer que a culpa é sua, porque você tinha que ter feito diferente.

Algumas pessoas vão te apoiar, mas nenhuma vai te oferecer abrigo.
Outras não vão saber por onde você anda.
Muitas não vão saber o que te dizer.

Só você pode se ajudar.
Só você sabe o que é melhor para sua vida.
Só você sabe de suas dores.

E só Deus vai te dar forças para começar tudo de novo.

domingo, 18 de julho de 2010


Pra variar, hoje fui me divertir...
Filme com as meninas, e a pedida foi Encontro Explosivo. Apesar de querer muito ver Eclipse e de ter lido críticas negativas do filme do Tom Cruise, a maioria vence e lá fomos nós.
O que posso falar? Vale muitooooo a pena. Um filme leve, com cenas de ação bem legais, e muito engraçado (justamente o que precisava).
Tom e Camerom formos um par legal e a química é ótima.
Vá preparado pra dar muita risada.
Recomendo!

E as feridas dessa vida, eu quero esquecer...

sexta-feira, 9 de julho de 2010


Todos os dias eu tento

Travo uma batalha com minha razão e minha emoção

Não confio

Simplesmente não consigo confiar

A mentira de ontem me impede de acreditar na suposta verdade de hoje

E vivo nessa angústia de viver sempre na dúvida

Enquanto meu coração pede que seja verdade

Só sei que mentiras corrói relações

E ela pode estar corroendo a minha.

terça-feira, 25 de maio de 2010

HOJE


Hoje mais um clico das nossas vidas se completa separados pela distância, mais juntos no coração.

Hoje queria te ver de qualquer jeito, nem que seja só pra te levar pra casa depois de uma dia normal.

Hoje lembro-me ainda mais de nossos momentos juntos.

Hoje coloco os olhos mais otimistas em relação ao nosso futuro.

Hoje reconheço os seus defeitos mas valorizo bem mais as suas qualidades.

Hoje pode não ser perfeito, mas serve para construir um amanhã bem melhor.

Hoje posso não te responder aquilo tudo que deseja, pra poder te encontrar e te dizer pessoalmente.

Só hoje, mas sempre pensando no amanhã, te agradeço e a Deus por sermos uma benção um para o outro.


Te amo, mais fique tranquila que não é só hoje.
Adriano.

domingo, 23 de maio de 2010

Tirando as teias...


Bem, estou cada vez mais sem ter como poder blogar.

Tô sem net, e com fé em Deus, com a ajuda do meu príncipe, isso se resolverá em breve (ou não!)rs.

Minha vida mudou completamente.

Estou fora do meu estado, morando com duas pessoas até então desconhecidas, morrendo de saudades de minha cama, meu quarto, meus pais, meu amor... saudades do calor da Bahia.

Mas também está adorando essa nova fase, de conquistas e descobertas. Me acostumando ao frio, a acordar as 5:30 e a várias outras coisas.

Saudades de escrever aqui, principalemente textos legais, que tem faltado muito por aqui, né?rs

Só pra dar um Oi e dar sinal de vida.


Saudades daqui!